Gestão de Riscos: 4 respostas fundamentais sobre o tema

O tema “Gestão de Riscos” tornou-se muito conhecido no mundo empresarial e não poderia ser diferente. Muitas empresas passaram por momentos complexos perante à falta de uma gestão equilibrada, gerando grandes desastres ambientais e políticos.

Ao inserir a gestão de risco dentro da sua organização também permitirá entender o quanto um acontecimento inesperado poderá impactar no atendimento às necessidades do seu cliente. Afinal, imagine se sua empresa é impedida de entregar os produtos aos seus clientes por conta de um fornecedor não ter entregue uma matéria-prima?

Na esfera política, podemos destacar os casos de corrupção que muitas empresas se expõem. Com objetivos fraudulentos e desejos de rápido crescimento, acabam se envolvendo em escândalos, colocando a economia em condições vexatórias e problemáticas. Gerando prejuízo para a imagem da empresa, bem como interdições que poderão impedir as entregas de produtos.

Até o momento citamos algumas situações que as empresas estão expostas e podem ocorrer. Porém, se isso se perpetua, pode colocar a empresa em situação de grande declínio, podendo leva-las à falência.

Então vamos entender o que é a gestão de risco e como ela pode ajudar as empresas à sofrerem menos com esses eventos.

1. O que é a gestão de riscos?

A gestão de riscos é uma habilidade de direcionar e controlar o risco para que eles atinjam níveis admissíveis para uma empresa. Ela é realizada por meio de uma série de procedimentos e processos que devem ser alinhados à uma metodologia sólida, definida pelo gestor capacitado para realizá-la.

A partir dessa gestão, a alta direção da empresa consegue traçar planos de ações priorizando os itens que possuem maior risco relacionado a atividade da empresa. Evitando assim, que a empresa se coloque em situações de riscos inadmissíveis.

2. Quais tipos de riscos que a empresa está exposta?

É necessário entender que toda atividade empresarial envolve riscos. Todavia, o que pode mudar esse cenário, é a forma que a empresa lida com as situações de risco em que está exposta.

Vamos ver quais são esses riscos:

Risco administrativo

Relaciona-se ao processo produtivo e ao relacionamento que a empresa tem com o cliente. Pensando assim, temos que o cliente é um alvo fácil e que pode deixar de investir no negócio, uma vez que os consumidores estão sempre à procura de qualidade e bom preço.

Risco legislativo

Esse tipo de risco está relacionado ao descumprimento de leis aplicáveis à empresa, que podem causar multas, interrupção das atividades e grande prejuízo financeiro. Assim, é importante que a empresa não só cumpra com as leis vigentes, mas esteja sempre monitorando seu atendimento e atenda às novas leis, ou suas atualizações.

Risco financeiro

Relaciona-se à perda econômica que um negócio pode enfrentar, à exemplo quando o tomador do crédito não honra com alguma obrigação perante a empresa. Pode ocorrer também ante a inadequação de pessoas, sistemas, eventos internos e externos, inadequação de processos, dentre outros.

Risco de mercado

Pode relacionar-se um pouco com o risco financeiro, mas podemos levar para o lado da competitividade, que hoje se tornou uma grande preocupação por parte das empresas e grandes negócios.

Com o crescimento industrial ficou mais fácil empreender, todavia, a competitividade aumentou muito, o que faz as empresas correrem mais riscos na hora de inovar.

Powered by Rock Convert

Outros fatores que podem interferir nesse momento, além da questão dos preços dos produtos, são os impostos, juros, taxas e as consequentes variações mensais ou anuais que advém do setor tributário nacional e internacional.

Outros riscos que uma empresa está exposta

São exemplos: projetos que extrapolam prazos; processos obsoletos impactando o resultado das vendas; perda de espaço para a concorrência; superveniência de alguma legislação que pode prejudicar o ritmo dos negócios; lesão causada por colaboradores ou fornecedores, etc.

Entendendo os riscos, vamos entender um pouco mais como trabalhar de forma inteligente com esses dados.

3. Quais as vantagens em gerenciar os riscos?

Identificação, aceitação e controle.

Quando essa prática de identificação, aceitação e controle de riscos é implantada dentro da empresa, é possível usufruir de muitos benefícios evidentes.

Dentre esses benefícios e vantagens podemos citar:

  • Metas e objetivos atingidos;
  • Gestão proativa;
  • Minimização de perdas, redução de custos;
  • Diminuição de impactos ambientais, políticos; judiciais, etc;
  • Otimização financeira, de eficiência, de pessoal e administrativa;
  • Redução da imprevisibilidade do mercado;
  • Fortalecimento de credibilidade.

É importante entender que todas as empresas carecem de uma gestão de riscos. A gestão não está restrita a apenas alguns empreendimentos.

4. Como montar uma matriz de riscos?

Existem algumas etapas básicas pera realizar uma base e construir um modelo legal de gestão de riscos dentro da sua empresa.

  • Conscientização, alinhamento de conceitos, definições e conhecimento da gestão.
  • Identificação do negócio e conhecimento de suas positividades e negatividades.
  • Análise qualitativa e quantitativa: entender a relevância do risco que seu negócio pode sofrer.
  • Planejamento e execução de ações corretivas: priorização de riscos e execução do plano de respostas;
  • Monitoramento: acompanhamento do comportamento dos riscos e retroação.

Conclusão

É muito bom estar diante de um negócio ou empreendimento bem-sucedido, todavia, tudo custa esforço e dedicação.

A gestão de riscos foi criada justamente com o objetivo de ajudar as empresas no que tange à segurança e qualidade durante a evolução empresarial e a continuidade do crescimento econômico.

Uma boa aplicação da gestão de riscos favorece muito o crescimento empresarial, além de deixar uma visibilidade marcante na corporação, o que atrai clientes e fornecedores.

Desta forma, se você deseja uma solução para controlar os riscos legislativos, realizando a gestão adequada as legislações aplicáveis ao seu negócio, conheça o AmbLegis.

O software de gestão de requisitos legais AmbLegis atua nas áreas de meio ambiente, saúde e segurança do trabalho, responsabilidade social, segurança alimentar, marítima entre outros. Agende agora uma demonstração exclusiva para sua empresa.

 

Compartilhar

Deixe seu comentário

Inscreva-se em nossa newsletter!

Receba por e-mail novos conteúdos sobre Requisitos Legais, Segurança do Trabalho, Meio Ambiente e Responsabilidade Social.